• FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE
  • FICAPE

Em Destaque

INFORMAÇÃO AO AGRICULTOR

Sr. Agricultor:

Tome atençao na preparação das caldas e à limpeza de equipamentos de aplicação de produtos fitofarmacêutico nas explorações agricolas/ florestais.

Para saber mais informações consulte aqui o folheto.

 

 

Financiado pelo Fundo Florestal Permanente

< Maio 2017 >
S T Q Q S S D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

A Direcção da FICAPE agradece a presença de todos os Proprietários Florestais e Prestadores de Serviços que participaram na Acção de Informação que aconteceu na FICAPE em colaboração com a CELPA - Associação da Industria Papeleira.

Esta acção de informação teve como principal objectivo dotar os participantes de conhecimentos alusivos às seguintes temáticas: Certificação da Gestão Florestal, Licenciamento no âmbito do RJAAR, Instalação e Manutenção de Povoamentos.

IMG 20170420 100210 20170420 133934

Na proxima Quinta feira, dia 20 de Abril, terá lugar nas instalações da Sede da FICAPE, uma Acção de Informação no âmbito do Projeto Melhor Eucalipto em parceria com a CELPA – Associação da Industria Papeleira - com o objectivo de divulgar junto dos principais interlocutores do sector florestal, os benefícios da implementação das boas práticas na silvicultura do eucalipto.

Contamos com a sua participação.

alt

É com enorme satisfação que partilhamos com todos os cooperantes, proprietários florestais, fornecedores e clientes da FICAPE que já foi emitido o certificado FSC para a Gestão Florestal e para a Cadeia de Custódia com o código de certificado FSC - SA-FM/COC-005135.

Desta forma, iniciamos assim uma nova etapa na vida da Cooperativa no âmbito da Secção Florestal, há muito ambicionada e que trará garantidamente mais valor à nossa Floresta e à sua gestão na área de intervenção da FICAPE.

Contamos com o apoio de todos, pois a Floresta um Património de todos e para todos. É um sector que movimenta toda uma corrente, em que os elos principais são os proprietários florestais e todos os prestadores de serviços que de forma direta e indireta contribuem para o desenvolvimento da fileira florestal.

Para consultar os certificados clique aqui: 1 e 2

Bem haja a todos aqueles que acreditaram neste projeto desde o principio e que contribuíram para a sua concretização!

No âmbito do processo de Certificação Florestal do Grupo FICAPE, solicitamos o preenchimento do formulário de consulta às partes interessadas, no sentido de proceder à recolha de comentários relativos à gestão florestal das explorações que fazem parte do Grupo de Certificação FICAPE.

Caso seja necessário, estamos ao dispor para prestar quaisquer esclarecimentos.

Agradecemos a colaboração de todos nesta iniciativa!

Faça download do formulário aqui.

Abrem em breve candidaturas à Medida 8. Protecção e Reabilitação dos Povoamentos Florestais do Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020.

Para mais informações Clique aqui (1 e 2)

“Acção: Controlo químico do Gorgulho do Eucalipto em Propriedades Florestais Privadas”

Na sequência de um encontro organizado pela FICAPE - Cooperativa Agrícola do Norte do Distrito de Leiria, C.R.L., em parceria com a Altri Florestal, dirigida aos proprietários privados de eucaliptal e também empresários do sector florestal, sob a temática: gorgulho do Eucalipto (Gonipterus platensis), a FICAPE procedeu recentemente a uma acção de controlo químico da praga, em propriedades florestais de vários produtores florestais dos concelhos de Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pêra e Pedrógão Grande.

Rhynchophorus ferrugineus Olivier, é actualmente um altdos insetos mais nocivos para as palmeiras em todo o mundo, provocando geralmente a morte da planta.

Surgiu pala primeira vez no Norte de África em 1993 na região do Egipto, e continou a expansão para a Europa, através de Itália, França, Espanha e Portugal.

O hospedeiro principal na bacia mediterrânica é a Phoenix canariensis (palmeiras das canárias), matando a palmeira em poucos meses após a instalação.

Sintomas

  • Folhas desprendidas da coroa e caidas no chão;
  • Orificios e galerias na base das folhas, podendo conter larvas e casulos;
  • Coroa desguarnecida no topo ou com um aspeto achatado pelo abatimentos das folhas centrais que amarelecem e secam;
  • Folíolos de folhas novas selecionados em ângulo ou com pontas truncadas a direito;
  • Amálgama de fibras cortadas e húmidas com um cheiro fétido.

Meios de Luta

  • Detecção de palmeiras infestadas;
  • Destruição cuidadosa das palmeiras;
  • Realização de Tratamento em plantas vizinhas susceptiveis sem sintomas;
  • Detecção de insectos de adultos com armadilhas;
  • Os tratamentos fitossanitários só devem ser feitos por pessoas ou entidades devidamente credenciadas para o efeito;
  • Devem evitar-se podas nas palmeiras, principalmente nos periodos em que o insecto está mais ativo (Março a Novembro).

Produtos homolgados:

  • Vertimec 018 EC
  • Confidor Classic
  • ACTARA 25 WG

Consulte a Ficha Técnica.

Comercialização e Aplicação:

  • Enquadramento Legal
    • Lei n.º26/2013,  de 11 de abril
      Regula as atividades de distribuição, venda e aplicação de produtos fitofarmacêuticos para uso profissional e de adjuvantes de produtos fitofarmacêuticos e define os procedimentos de monitorização à utilização dos produtos fitofarmacêuticos, transpondo a Diretiva n.º 2009/128/CE, do PE e do Conselho de 21 de out., que estabelece um quadro de ação a nível comunitário para uma utilização sustentável dos pesticidas, e revogando a Lei n.º 10/93 de 06 de abril, e o Decreto-Lei n.º 173/2005 de 21 de out.
    •  Decreto Lei n.º101/2009, de 11 de MaioRegula o uso não profissional de produtos fitofarmacêuticos em ambiente doméstico, estabelecendo condições para a sua autorização, venda e aplicação, e procede à segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 173/2005, de 21 de out., que regula as atividades de distribuição, venda, prestação de serviços de aplicação de produtos fitofarmacêuticos e a sua aplicação pelos utilizadores finais.

 

AS AÇÕES DE ARBORIZAÇÃO E REARBORIZAÇÃO COM RECURSO A QUALQUER ESPÉCIE FLORESTAL ESTÃO SUJEITAS A COMUNICAÇÃO/ AUTORIZAÇÃO PRÉVIA DO INSTITUTO DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E FLORESTAS (ICNF, I.P.).

SR. PROPRIETÁRIO FLORESTAL,

SABIA QUE A NÃO COMUNICAÇÃO/ AUTORIZAÇÃO PRÉVIA DAS PLANTAÇÕES CONSTITUI UMA CONTRA-ORDENAÇÃO PUNÍVEL COM COIMA ENTRE 1 000,00 EUROS E 3 740,98 EUROS?

 

VENHA TER CONNOSCO AO GABINETE TÉCNICO

FLORESTAL DA FICAPE E INFORME-SE!

O Gabinete Técnico Agrícola e Florestal informa a todos os associados e estimados clientes do seguinte:

PINHEIRO BRAVO

Registo de Prestadores de Serviço

No âmbito do Protocolo estabelecido entre a FICAPE, o IFAP e o ICNF, com o objectivo de proceder ao corte, remoção e transporte de árvores afectadas pelo NMP (Nemátodo da Madeira do Pinheiro), aceitamos inscrições dos interessados em realizar esses serviços.

Manifesto de Exploração Florestal

Realizamos o preenchimento do Manifesto necessário aquando do transporte da madeira de pinheiro afecta ou não pelo NMP (Nemátodo da madeira do pinheiro).

Operadores Florestais

Procedemos à inscrição dos prestadores de serviços que realizam operações florestais com madeira de pinho no ICNF (Instituto da Conservação da natureza e das Florestas), para que lhes seja atribuído um Número de Operador Económico e assim possam efectuar cortes e transporte da respectiva madeira sem que sejam multados.

EUCALIPTO GLÓBULOS

Aceitamos pedidos de encomendas de clones de eucalipto (Eucalyptus globulus) para novas plantações. Chamamos a atenção para o facto de que estas plantas possuem características melhoradas e por esse motivo resistem melhor a condições adversas como por exemplo, geadas, insolação, ventos fortes, défice hídrico, entre outras. Dessa forma julgamos que é uma boa aposta de futuro, uma vez que permite retirar maior rentabilidade da produção do povoamento.

FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Aceitam-se inscrições para os cursos de formação que a FICAPE vai realizar brevemente, em diversas áreas no âmbito do sector agrícola e florestal.